Imposto é sempre para o trabalhador

O maior discurso da esquerda é que os ricos tem que pagar as contas dos pobres. Mas isso não aconteceu em nenhum lugar do mundo e vai continuar sem acontecer.

Podem aumentar os impostos o quanto quiserem e até confiscar os bens dos ricos que o dinheiro nunca chegará na mão dos pobres e vou explicar com três exemplos:

1- Um investidor tem US$ 1.000.000,00 (um milhão de dólares) para investir e busca um retorno de 2% por mês do seu investimento, ou seja US$ 20.000,00 ( vinte mil dólares), ele analisa 2 países, no primeiro ele tem 10% de imposto de renda, então para conseguir o retorno esperado, ele precisa ganhar US$ 22.222,22, que após o imposto de renda ficará US$ 20.000,00. No outro país o imposto de renda é de 85%, então ele precisaria ganhar US$ 133.333,33 para compensar investir nesse país.

2- O mesmo investidor instalou sua empresa no país que cobraria 10% de imposto de renda, porém após uma vitória de um partido mais comunista subiram o imposto para 85%.

3- O Governo confiscou a empresa do investidor com a desculpa que iria dar aos cidadãos do país.

No primeiro exemplo, a maior chance é do investidor escolher o país com o menor imposto, deixando de gerar empregos no país com maior impostos. No segundo exemplo, o cliente teria que aumentar muito o preço dos seus produtos, se fosse dono de um supermercado e vendesse o arroz a R$ 9,00 por 5kg, e tivesse R$ 2,00 de lucro por saco, então com 85% de imposto teria que aumentar o lucro para R$ 12,00, passando de R$ 9,00 para R$ 21,00 o preço do arroz.

No terceiro caso, o Governo ficaria com a empresa, como Evo Morales fez com a Petrobras na Bolívia, e como Fidel Castro fez com todas empresas em Cuba. O dinheiro ficou na mão dos governantes, o plano cubano obteve tanto sucesso que a NetFlix está chegando agora em Cuba a um preço de US$ 7,99 por mês e apenas 1% da população tem condições de pagar por isso.

Em todos os casos quem paga esses impostos são os trabalhadores que geram valor, todos, inclusive os diretores e presidentes das empresas. Dinheiro não surge do nada, ele só tem valor quando representa um bem ou serviço que alguém quer consumir, quanto menos um país produz, menos o dinheiro tem valor, como em Cuba.

A partir do momento em que o imposto é 0%, como em Miami, Estados Unidos, o número de empresas que se instalam é muito grande e com alta produção de valor, ocorre também uma alta qualidade de vida para todos. Não é a toa que está havendo uma emigração brasileira muito forte para Miami, assim como de vários outros países. Muitos cubanos chegam a atravessar o oceano a nado para ir para Miami, não preciso dizer mais nada.

Renato Furtado
Sobre Renato Furtado 100 Artigos
Monoteísta Noeísta, empresário e luta pela Democracia Plena. Dono da página Todo Trabalhador é Capitalista e RenatoFurtado.com no Facebook.