R$ 3.100,00 é o custo real de um funcionário com salário de R$ 1.000,00 na Indústria

Eu tenho uma indústria madeireira e gostaria de compartilhar com vocês o custo real de um funcionário da indústria em Santa Catarina tributada (roubada) pelo Lucro Real. Para facilitar vou utilizar um exemplo de um funcionário que recebe R$ 1.000,00 por mês. Para receber R$ 1.000,00, tem que estar registrado com R$ 1.086,96, pois já é descontado 8% de INSS diretamente no holerite. Com todos encargos trabalhistas e impostos esse funcionário vai custar R$ 3.000,00 por mês. Após essa conta entendi porque eu ganhava mais dinheiro quando era autônomo do que com empresa e funcionários.

Além dos conhecidos FGTS, INSS, férias, 1/3 de férias, 13º Salário, adicionei também Aviso Prévio, Atestado Médico, Processos Trabalhistas, Prejuízos causados por funcionários, Segurança no Trabalho, Contabilidade e burocracia, encargos sobre o mês de férias e impostos para legalizar o dinheiro gasto com isso tudo.

Não adicionei nessa conta custos de sindicatos, transportes, alimentação, higiene dos funcionários e outros gastos que variam muito de empresa para empresa, somando tudo passa de R$ 3.100,00.

Dos R$ 3.100,00 ficaria com o funcionário os R$ 1.000,00 que ele recebe todo mês, mais férias e 1/3 de férias,  FGTS, multa do FGTS e Segurança no trabalho. Somando tudo o trabalhador fica com apenas R$ 1.387,44. Enquanto R$ 1.496,34 fica com o governo ou com funcionários mal intencionados que só existem por serem protegidos pelo governo.

Trabalhador recebe no total R$ 1.387,44/ mês
Governo recebe no total         R$ 1.496,34/ mês

Devemos excluir o governo das relações trabalhistas, somente dessa forma o trabalhador poderá ficar com o fruto do seu trabalho. Contratos de prestação de serviços onde a empresa é cliente e o funcionário é o fornecedor devem substituir a CLT e todo esse roubo aos nossos bolsos. Somos verdadeiros escravos do governo e não devemos esperar a carta de alforria, pois ela não virá de bom grado.

Salário Carteira  R$  1.086,96
INSS – descontado no holerite  R$      86,96 8,00%
Salário Real  R$ 1.000,00
Férias Remuneradas  R$       90,58 8,33%
1/3 de Férias  R$        30,19 2,78%
13º Salário  R$       90,58 8,33%
Aviso Prévio – média 6 meses  R$      181,16 16,67%
FGTS  R$       86,96 8,00%
Multa do FGTS para governo  R$          8,70 0,80%
Multa do FGTS para funcionário  R$       34,78 3,20%
INSS adcional  R$     217,39 20,00%
Atestado médico  R$     108,70 10,00%
Processos trabalhistas  R$        54,35 5,00%
Prejuízos causados por funcionários  R$       54,35 5,00%
Segurança no trabalho  R$        54,35 5,00%
Contabilidade / Burocracia  R$        54,35 5,00%
Sub-Total Encargos Trabalhistas  R$  1.153,39 106,11%
Encargos sobre mês de férias  R$        96,11 8,84%
Total Salário + Encargos Trabalhistas  R$  2.249,50
IPI  R$     224,95 10,00%
ICMS  R$     382,42 17,00%
PIS  R$       37,12 1,65%
COFINS  R$      170,96 7,60%
Impostos para legalizar o dinheiro  R$     815,44 36,25%
Custo Total do Funcionário  R$ 3.064,94
Falta Sindicatos, Transporte, higiene, alimentação e outros.

Aviso Prévio – Deve ser pago ao funcionário e geralmente o mesmo não rende durante esse período, calculei com base 6 meses pois é a minha experiência atual, esse índice piora de acordo com o aumento dos programas assistencialistas.

Atestado Médico – Tende a piorar com a lei estendendo de 15 para 30 dias pagos pela empresa.

Processos Trabalhistas – Conseguimos ficar mais de duas décadas sem processos, mas com o domínio socialista começou uma infestação e mesmo ganhando, o custo para empresa é alto, enquanto para o acusador o custo é bancado pelo governo (povo) mesmo que ele esteja errado.

Prejuízos causados por funcionários – Funcionários mal intencionados podem danificar máquinas, ferramentas, ativos em geral, além de roubarem.

Segurança no Trabalho – Gastos com E.P.I., S.A.T., sinalização, fiscalização, projetos e outros.

Contabilidade e burocracia – Com tantos encargos e impostos, o custo da contabilidade aumenta de acordo com o número de funcionários.

Encargos sobre o mês de férias – Mesmo no mês que o funcionário não produz, os encargos continuam sendo pagos.

Impostos para legalizar o dinheiro gasto com isso tudo – Além de tudo isso, você ainda precisa provar a origem do dinheiro que pagou todas essas contas, portanto será roubado novamente na venda do produto para não ser preso por sonegação.

obrigac3a7c3b5es-acessc3b3rias

Infelizmente quando fiz o plano de negócios da empresa considerei apenas os custos mais conhecidos e a conta não deveria passar de R$ 2.000,00. O preço do Diesel subiu absurdamente, pagava R$ 2,35 no início do ano e agora R$ 2,95, se não fosse o governo o Diesel custaria menos de R$ 0,50/lt. O mercado brasileiro despencou desde as eleições do ano passado e, mesmo com a desvalorização do real, as exportações de madeira do Brasil caíram mais de 20%, pois não estamos conseguindo concorrer com a Rússia e outros países mesmo com máquinas de alta produção. Como o governo controla os portos, mesmo os privados, eles exigem uma autorização de exportação, na teoria em 10 dias qualquer empresa deveria conseguir, mas na prática existe um cartel de tradings que utiliza o governo para impedir a liberação da documentação e as empresas paguem para trading realizar a exportação, isso acontece também com todas agências reguladoras e ministérios do governo, não apenas nesse setor. Resultado tive que demitir 15 funcionários, e reduzir as compras e vendas de modo que mais 50 empresas indiretos também foram encerrados. Existem mais de 4.000 empresas nesse setor, provavelmente 2.000 estão no mesmo caminho, serão mais de 100.000 desempregados por essa burocracia.


 

Saiba Mais:

FGTS, INSS e Aviso prévio, roubo ao cidadão disfarçado de direito

Gasolina seria vendida a R$ 0,49/litro nos postos se não existisse o governo

Não pagar imposto é um direito garantido pela Constituição Federal

Imposto é sempre para o trabalhador

O governo provoca crises para se fortalecer, você já pagou R$ 66.797,93 de imposto esse ano

Renato Furtado
About Renato Furtado 94 Articles

Monoteísta Noeísta, empresário e luta pela Democracia Plena.
Dono da página Todo Trabalhador é Capitalista e RenatoFurtado.com no Facebook.

13 Comentários

  1. A uns anos atrás, eu ganhava apenas 890 por mês. Meu chefe me chamou e me mostrou o quanto ele pagava de impostos sobre minha pessoa para o estado. Dava coisa de uns 1300 reais a mais, algo assim. E olha que a empresa era pequena, apenas 20 empregados. Com meu salário actual, nem imagino o quanto deve ser.

    • Seria sim, estou escrevendo um artigo mais detalhado, mas já posso te adiantar que em uma mesma empresa tem pessoas ganhando salários diferentes. Se o trabalhador precisasse do estado, então as empresas pagariam somente o mínimo, quem faz uma empresa pagar mais do que o mínimo é justamente o mercado. Se a empresa não paga, a pessoa vai trabalhar em outro lugar e pronto a empresa acaba pagando até o ponto que não consegue mais aumentar, esse é o chamado ponto de equilíbrio. O salário mínimo e as leis trabalhistas tornam esse ponto de equilíbrio ainda mais baixo, se a empresa pudesse pagar somente pela produção, os salários seriam ainda maiores.

Comente para que eu possa evoluir a cada artigo