Mulheres, defendam-se!

As vovós de Kobani também estão armadas pra defenderem suas vidas e de suas famílias contra os agressores do ISIS.

Por Túlio Rios

Coloquemos uma pergunta em pauta: Por que grupos auto-intitulados feministas (pelo menos os que vemos atualmente) não defendem a liberdade?

Infelizmente ao observarmos atos de tais grupos chegamos a uma única conclusão de objetivo visado pelas “feministas”: leis, leis e mais leis, ou seja, estado, estado e mais estado. Mulheres que procuram conforto em ideologias pregadas por esses grupos acabam cegamente servindo como massa de manobra de pessoas altamente estatistas que, como já sabemos, ao invés de pregar a liberdade, pregam o corte – assim como uma tesoura – da mesma, assim, pouco a pouco, o bem mais precioso de cada indivíduo se tornará escasso. Enquanto isso, mulheres que realmente exercem sua liberdade estão pegando em armas para defenderem à si, às suas casas e às suas famílias; como por exemplo o caso do grupo de mulheres armadas que expulsaram o Estado Islâmico (EI) da cidade de Kobani, se tal ação não tivesse sido tomada quem as ajudaria? Simplesmente seriam estupradas e possivelmente espancadas até a morte, ou até mesmo serviriam de material de gravação para o EI, com suas cabeças sendo decapitadas e por aí vai… Porém, o resultado foi outro: em vez de ficarem se vitimizando e clamando por respeito e piedade, simplesmente exerceram sua liberdade!

Desarmada e indefesa, violentada e traumatizada.

Em vez de grupos “feministas” terem como uma de suas pautas a defesa do porte irrestrito de armas, preferem achar, como diz o ditado popular, “pelo em ovo” e deixarem as mulheres indefesas e à mercê da violência física e sexual. E o pior é que inúmeras vezes me deparei com mulheres que seguem tal ideologia defendendo o desarmamento civil total, como se estupradores e bandidos entregassem suas armas.

A legítima defesa armada é um direito natural. Você deve ser responsável pela sua segurança.

Mulheres ou homens, brancos, negros e amarelos, são – acima de tudo – indivíduos e como tal, possuem direito à Vida, à Liberdade e à Propriedade. Não se deixe levar por falsas ideologias que tentam repassar uma falsa liberdade, não se submeta a grupos. Mas sim, enalteça a si e defenda a sua liberdade de agir e se proteger.


Original: http://foda-seoestado.com/mulheres-defendam-se/

Notas e referências:

[1] Ver o link http://asgarotaslivres.blogspot.com.br/
[2] Notícia (Grupo de mulheres armadas expulsa EI da cidade de Kobani após meses de conflito) –http://www.sul21.com.br/jornal/grupo-com-mulheres-armadas-expulsa-estado-
islamico-da-cidade-de-kobani-apos-meses-de-conflito/

[3] Página do Facebook “Mulher Libertária” – https://www.facebook.com/MulherLibertaria

Comente para que eu possa evoluir a cada artigo